Acesso a Intranet

Notícias

Exportação de produtos cárneos do Paraguai cresce 65%

 

O Paraguai exportou, de janeiro a outubro de 2006, cerca de 212 mil toneladas de produtos e subprodutos cárneos, o que gerou divisas de US$ 447 milhões, segundo o Serviço Nacional de Qualidade e Saúde Animal (Senacsa).

Em 2005, de janeiro a dezembro, o montante exportado foi de pouco mais de 158 mil toneladas, com receita de US$269,7 milhões.
Já houve, portanto, aumento de 65% no faturamento das exportações de produtos cárneos em relação a 2005, apesar de que ainda faltam novembro e dezembro de 2006 para entrar na estatística.

Em relação à carne bovina, a exportação de janeiro a outubro de 2006, de 139 mil toneladas, superou as exportações de igual período de 2005 em 30 mil toneladas.
A carne suína apresentou crescimento expressivo também, com exportação de 2,035 mil toneladas entre janeiro e outubro de 2006, frente a 1,374 mil toneladas no mesmo período de 2005.

Apenas a carne de aves teve queda nas exportações, como resultado da ocorrência da gripe aviária em importantes países consumidores. Dessa forma, as exportações de janeiro a outubro de 2006 foram de 490 toneladas, enquanto que no mesmo período de 2005 o montante foi de 1,152 mil toneladas. (LMA)

Scot Consultoria
Autor: Fabio Lucheta Isaac

 

« voltar