Acesso a Intranet

Notícias

VBP Agropecuária vai atingir R$ 461,5 bilhões em 2015

 

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), calculado em abril, pode atingir R$ 461,5 bilhões em 2015, crescimento de 2,2% em relação aos números consolidados do ano passado, segundo estimativas divulgadas pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Ainda de acordo com o levantamento, o setor agrícola deve apresentar faturamento de R$ 288 bilhões em 2015, crescimento de 2,1%, comparado com o desempenho apresentado em 2014. A liderança foi da soja, crescimento de 9,3% em relação ao ano passado, devendo atingir faturamento equivalente a R$ 98,6 bilhões.

Ao mesmo tempo, levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indica que a safra de grãos no biênio 2014/2015 pode alcançar 200,7 milhões de toneladas, aumento de 3,6% em comparação com a safra anterior. 

Já o Valor Bruto da Produção da pecuária brasileira, deverá atingir, em 2015, faturamento de R$ 173,5 bilhões, representando aumento de 2,4% no comparativo com os indicadores de 2014: R$ 169,4 bilhões. No caso da avicultura, a CNA espera recuo no VBP. A queda, de acordo com os indicadores de abril, pode chegar a 2%, R$ 30,6 bilhões, refletindo recuo nos preços e aumento na produção. Espera-se aumento de 2,9% na produção de frango até o final de 2015. 

Desempenho da soja - A Conab indicou, ainda, que ao final de março a colheita de soja estava praticamente encerrada na região Centro-Oeste e, no Sul do país, pelo menos 80% da colheita já havia sido realizada, apresentando bons índices de produtividade, com destaque para o Paraná. No Sudeste, onde a colheita também está no final, estima-se que em Minas Gerais haverá queda de 5% na produtividade na produção do grão devido a forte estiagem ocorrida na região, em comparação com os números consolidados de 2014. 

O VBP do milho, no entanto, destoou. Apresentou queda de 1,4% em comparação com 2014, com o faturamento devendo chegar a R$ 35,8 bilhões. A produção de milho, primeira e segunda safra, deverá ser de 78,9 milhões de toneladas em 2015, queda de 1,3% em relação ao ano passado. A queda deveu-se principalmente à retração de 4,2% na área plantada.

CNA - Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

 

« voltar